Electroencefalograma (EEG)

Electroencephalogram (EEG) [ Portuguese ]

PDF download is not available for Arabic and Urdu languages at this time. Please use the browser print function instead.

EEG: electroencefalograma. Aprenda mais sobre o electroencefalograma infantil e os efeitos secundários do EEG. Saiba como preparar a sua criança para um EEG.

O que é um electroencefalograma (EEG)?

Traçado indicado no electroencefalograma (EEG)Traçado indicado no eletroencefalograma (EEG)
Colocam-se eléctrodos no couro cabeludo da criança e que permitirão registar o traçado da actividade eléctrica em pontos diferentes do cérebro. O traçado, representado por linhas onduladas, irá ajudar o médico a concluir onde ocorre a actividade anormal do cérebro.

As células do cérebro utilizam baixos níveis de electricidade para comunicarem umas com as outras. O electroencefalograma (EEG) mede a electricidade ao longo do tempo. A actividade eléctrica do cérebro é assinalada por linhas onduladas no monitor de um computador, as quais são interpretadas pelos médicos no sentido de saberem como funciona o cérebro.

Motivos para se fazer um EEG

Os médicos recorrem ao EEG para localizar problemas no cérebro. Por exemplo, um EEG pode revelar onde começam as convulsões ou os ataques epilépticos. Quando há um problema no cérebro, o traçado eléctrico altera-se revelando uma alteração nas linhas onduladas apresentadas no monitor do computador. Aqui poderá ver-se em que ponto do cérebro está localizado o problema. O médico poderá então definir qual o melhor tratamento a seguir.

Como preparar a criança para um EEG

Lave o cabelo à criança antes de a levar ao hospital para fazer o exame. Verifique se há presença de piolhos no cabelo. Se houver, informe a enfermeira que estiver no laboratório. É favor não utilizar amaciador ou gel no cabelo da criança.

Sedação

Se a criança não conseguir ficar sossegada para poder fazer o exame, poderá ser necessário administrar-lhe um sedativo ligeiro, o qual irá acalmá-la de forma a poder permanecer quieta. Os sedativos mais frequentes são o hidrato de cloro e o pentobarbital sódico.

Se a criança precisar de um sedativo, terá de suspender a ingestão de alimentos sólidos oito horas antes do exame e não beber leite normal, leite formulado ou líquidos nas seis horas que antecedem o exame ou não ser amamentada quatro horas antes do exame. Se tiver dúvidas se a criança precisa de tomar um sedativo ou quando ela deverá parar de comer ou beber, contacte a enfermeira do laboratório no dia anterior à realização do exame.

Durante o EEG

O EEG demora cerca de uma hora e é indolor.

Os EEG são geralmente efectuados num hospital por um técnico especializado, isto é um indivíduo com formação especial. Normalmente, as crianças ficam deitadas numa cama ou, por vezes, poderão ficar sentadas durante o EEG. Geralmente, é permitido que os pais fiquem com a criança durante o exame.

A cabeça da criança será medida e marcada com um lápis de cera para o técnico saber exactamente onde colocar os pequenos círculos de metal chamados eléctrodos. As áreas que foram assinaladas na cabeça da criança serão limpas com um gel ou sabonete espesso. Depois, os eléctrodos serão colocados na cabeça da criança com a ajuda de um creme e gaze, sendo então ligados ao computador.

O computador regista um traçado da actividade eléctrica do cérebro da criança. O electroencefalógrafo faz um registo contínuo da actividade cerebral da criança, o qual poderá ser visualizado no ecrã do computador.

Durante o exame, o técnico poderá pedir à criança para:

  • respirar profundamente durante três minutos
  • abrir e fechar os olhos
  • observar uma luz brilhante a piscar durante alguns minutos

Tais exercícios são feitos com a finalidade de estimularem determinados tipos de actividade cerebral. O traçado vai acompanhando as alterações da actividade cerebral. A forma como o traçado se vai alterando durante as diferentes actividades poderá ajudar os médicos a informar-se melhor sobre o modo de funcionamento do cérebro.

A dormir e acordada

A criança poderá fazer o exame enquanto estiver a dormir e, novamente, quando estiver acordada. Assim, o exame revelará as diferenças no cérebro durante uma situação e outra.

Efeitos secundários do EEG

Se a criança não foi sedada, não haverá quaisquer efeitos secundários ou problemas resultantes do EEG.

Se a criança foi sedada, poderá ficar sonolenta, rabugenta e instável durante quatro a seis horas, devendo ser observada durante cerca de seis horas após o teste. Dê-lhe apenas pequenos golos de líquidos transparentes como água ou sumo de maçã. Quando a criança desejar, poderá ter uma refeição normal. Quando estiver completamente acordada, poderá retomar as suas actividades normais.

O cabelo da criança poderá ter ficado um pouco viscoso por causa do creme aplicado. É fácil retirar o creme do cabelo com champô.

Pontos principais

  • O EEG é um exame que permite analisar o traçado da actividade eléctrica no cérebro.
  • A criança poderá fazer um EEG se o médico achar que poderá haver algum problema no cérebro.
  • O EEG demora cerca de uma hora.
  • As crianças que não conseguirem sossegar, terão de ser sedadas para poderem fazer o exame.
Last updated: novembro 06 2009